A visual essay by Marcos Felipe

V
I
S
U
A
L
J
A
Z
Z
Visual jazz é como eu crio estilo.

A receita é fácil: escolha uma técnica simples e repita à exaustão. Com o tempo, vem o domínio da técnica, o suficiente para improvisar e reinventar.

A inspiração veio de Miles Davis e seu album 'Kind of Blue', gravado em dois encontros para improvisação em 2 de março e 22 de abril de 1959. O experiente grupo de músicos recebeu de Miles apenas rascunhos de escalas e linhas melódicas, o resto aconteceria ao vivo, no improviso.

Escolhi o "one line drawing" como framework para começar. Passei meses praticando o mesmo desenho, rostos que se formam a partir de linha e nós. Com o tempo fui entendendo os padrões, desafiando os limites que eu mesmo havia imposto.

Em geral o símbolo da máscara está ligado à ideia de esconder a identidade, mas existe uma outra visão que sugere que usamos máscaras todos os dias para representar sentimentos comuns, figuras de uma linguagem em ebulição.

"The promise of a smaller scope makes us forget our fear, and the limitations become a starting point for ideas. An improvisational structure allows us to get to work, because we no longer need to know precisely where we are going –  just choose a direction and trust the momentum. All we need to know are the rules of the game."

Frank Chimero, The Shape of Design ⤤

Elementos do Visual Jazz:
Técnica > Artefato x Flow

Zines são revistas amadoras, geralmente auto-publicação que reunem textos e/ou imagens de pequena circulação. Também é um excelente objeto para estudar as histórias que linhas contam.

Clique na imagem para ver as páginas da zine.

Como acessar o estado de flow:
1)
Objetivo bem definido
2) Domínio da técnica
3) Dedicação de tempo

Teoria de Mihaly Csikszentmihalyi

Não precisa fazer algo complexo, grande ou complicado para tangibilizar uma ideia. O Visual Jazz ensina que há outro caminho: estudar uma peça simples, repetir várias vezes, observar por bastante tempo e criar repertório.

Não é sobre tirar ideias do papel, é sobre selecionar os papéis com as melhores ideias.

Entrevista

Falei sobre o Visual Jazz com a Aline Valek para seu podcast Bobagens Imperdíveis.